Mamão afirma que entrou no “BBB 17” para ter visibilidade e disputar eleições em 2018

Com a ideia de causar mudanças, Ilmar quer fazer um movimento para jovens em Mato Grosso do Sul

Geral Imprimir
Segunda-Feira, 10 de Abril de 2017 - 06h10

Ilmar Fonseca, conhecido como Mamão, de 38 anos, tem planos para a vida após Big Brother Brasil 2017. O representante de Mato Grosso do Sul afirmou que quer disputar um cargo eletivo no Estado em 2018. Mais magro, o ex-jogador saiu da casa na última senana e segue contratado da Globo por mais seis meses podendo se estender a renovação.
O advogado fala, em entrevista ao blogueiro Marco Elsébio, que foi para o programa para ter visibilidade e se tornar conhecido para representar o Mato Grosso do Sul. “Chegar a um milhão e meio de reais? Na hora que eu vi que era um jogador, que estava jogando bem, eu pensei que era um jogador bom”, afirma.

No momento, Mamão descansa de toda a tensão que o programa ofereceu. Após quase dois meses e meio de confinamento, afirma que ainda está a mil e sentindo a drenalina no corpo. “Sinto espamos ainda enquanto durmo”.
O participante, filiado ao PT, deixou claro durante o BBB 17 que era a favor do Partido dos Trabalhadores. “Quero me colocar à disposição do partido porque desde quando entrei lá me posicionei dizendo ‘eu sou petista, eu tenho críticas ao PT, mas sou petista’”.

Com a ideia de causar mudanças, Ilmar quer fazer um movimento para jovens em Mato Grosso do Sul. A ideia é mostrar para as pessoas que política também é de jovens que querem melhorar o país onde vivem.

Mamão não afirma qual cargo pretende ocupar na política e ainda comenta que antes de tudo pretende buscar articular um campo progressista para criar debates sobre o que Mato Grosso do Sul precisa. “Vamos chamar as universidades, a sociedade civil e falar assim: vamos apenas debater, sem paixão, se sou a favor ou se sou contra”.

O ex-BBB fala também da confusão que é quando a pessoa fala Mato Grosso no lugar de Mato Grosso do Sul, com o interesse de mudar o nome do estado. Assunto que teve debate com os participantes do programa. “Quando fiz homenagem a Manoel de Barros, quando fallo de Corumbá, Paranaíba e das cidades aqui do estado eu estou vendendo as belezas de Mato Grosso do Sul”, finaliza.

Fonte: Capital News

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br