Marquinhos cobra conclusão do Aquário do Pantanal para fomentar turismo na Capital

Política Imprimir
Sábado, 15 de Abril de 2017 - 05h56

O prefeito Marquinhos Trad, do PSD, disse que tem cobrado o atual governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, para terminar uma das obras mais emblemáticas e faraônicas de Mato Grosso do Sul, o Aquário do Pantanal. A declaração foi concedida na quarta-feira (12), na Esplanada Ferroviária, durante discurso sobre investimentos no turismo de Campo Grande.

Trad afirmou que a obra já está mais de 90% concluída e não entende porque a obra não é terminada. “A obra já está com 95 ou 97% concluída, por que não termina logo? O dinheiro é nosso”. E ainda enfatizou, “é um prejuízo enorme e os peixes já estavam lá”.

Marquinhos ainda comentou que não sabe qual é o problema existente lá para se concluir a obra. “Não sei se é político, técnico ou administrativo” e emendou que se terminasse, “o Estado poderia reaver o investimento que foi colocado na obra”.

O chefe do Executivo municipal ainda alfinetou Reinaldo e disse que, se fosse ele, “faria um pouco mais de esforço para concluir”. Também perguntou quantos aditivos já foram colocados na obra e deixou claro que sempre foi contra o início da obra, mas como o aquário teve início, defende que ele seja finalizado.

Por fim, ao ser questionado sobre qual seria a resposta do governador, Marquinhos disparou: “estão em estudo e que há prioridades maiores do Estado”.

Investimento

Aquário do Pantanal orçado inicialmente em R$ 89 milhões, já consumiu R$ 230 milhões, ainda sem previsão de inauguração. A obra era para ser o maior aquário de água doce da América Latina, com 16 tanques com capacidade para 4,2 milhões de litros para comportar 7 mil animais de 230 espécies.

O governo do Estado negocia com a empresa Cataratas do Iguaçu S/A, vencedora da licitação para administrar o Aquário do Pantanal, parceria público privada para que a empresa assuma a finalização das obras do Aquário.

Fonte: Topmidianews

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br