Dos 79 municípios do Estado, 43 não definiram reajuste aos servidores

Economia Imprimir
Terça-Feira, 23 de Maio de 2017 - 07h49

Mais da metade dos municípios do Estado ainda não definiu reajuste de salário para os servidores públicos este ano.

No total, 43 prefeituras permanecem inertes sobre o reequilíbrio dos vencimentos de seus funcionários – equivalente a 54,4% de Mato Grosso do Sul. O impasse se apresenta desde Campo Grande até as cidades menores e, de acordo com gestores, é motivado pela queda na receita.

Bem como a Capital, os maiores municípios sul-mato-grossenses também não reajustaram o salário dos servidores até agora, caso de Dourados, Três Lagoas e Corumbá. Nas cidades menos populosas a situação se repete, como Alcinópolis, Novo Horizonte do Sul e Rio Negro.

Em Campo Grande, o prefeito Marcos Trad não descarta a possibilidade de congelar o valor dos vencimentos dos 22 mil funcionários públicos este ano.

A administração municipal está acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para despesas de pessoal, que é de 51,30%. A atual gestão está em 51,84%.

Já em Dourados – segunda maior cidade do Estado, com mais de 215 mil habitantes – a ordem é pela redução de gastos com pessoal em pelo menos 10%, como determina decreto baixado pela prefeita Délia Razuk na última semana.

Fonte: Portal Correio/ Estado

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br