Geraldo aproveita recesso em Brasília e busca recursos para asfalto em Naviraí

Região Imprimir
Quinta-Feira, 20 de Julho de 2017 - 15h16

O deputado Geraldo Resende (PSDB) está utilizando o período de recesso para trabalhar em Brasília. Nesta quarta-feira (19), o parlamentar esteve em audiência no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no Ministério da Integração Nacional e no Ministério da Saúde. A intensa agenda do parlamentar teve como objetivo buscar investimentos na área de educação, infraestrutura, bem como solicitar a presença de uma equipe técnica para averiguar o atendimento em Alta Complexidade em Dourados e, por consequência atender a toda a região.

A primeira parada de Resende foi uma audiência com o secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional, Mário Ramos Ribeiro. Ribeiro está substituindo o ministro Hélder Barbalho que está de férias. Na reunião, o parlamentar cobrou o pagamento de cerca de R$ 3 milhões de recursos a serem liberados para obras de drenagem e pavimentação asfáltica nas cidades de Amambai, Sete Quedas, Naviraí e Dourados.

Para Naviraí foram cobrados valores referente a dois convênios, um para obras no bairro Sol Nascente e o outro no Jardim Paraíso. São recursos de projetos que vem se arrastando desde 2016 e precisam ser liberados, para conclusão do que falta de asfalto no Sol Nascente e dar continuidade ao Jardim Paraíso. “Tenho uma atenção especial com Naviraí, cidade em que estou sempre presente e sinto o reconhecimento desse meu trabalho por parte da população” diz.

Para Dourados foram cobrados valores referentes aos convênios de obras nos bairros Vila Valderez de Oliveira, Jardim Guaicurus e Parque das Nações II. Esses investimentos significam um aporte de recursos, entre o que já foi pago e o resto a pagar de R$ 6,3 milhões.

O deputado Geraldo Resende também esteve em audiência com o ministro da Saúde Ricardo Barros. Resende solicitou o envio de uma equipe técnica do Ministério para Dourados com o objetivo de verificar a situação da Alta Complexidade em Saúde e foi prontamente atendido. "Existe um iminente risco nos serviços de saúde de alta complexidade, que poderá impactar uma população de cerca de 1 milhão de habitantes em toda a região.

O ministro Ricardo Barros aproveitou a oportunidade para garantir ao parlamentar a celeridade da tramitação para o primeiro pagamento da construção do Hospital Regional de Dourados (HR). A previsão é de que na semana que vem já deve ocorrer o repasse de recursos já empenhados, permitindo o início do processo licitatório. O HR será uma unidade especializada orçada em R$ 51 milhões entre recursos federais e estaduais, vai atender além da Região da Grande Dourados, o Conesul e a Faixa de Fronteira, ofertando UTI’s adulta e pediátrica, centro cirúrgico e pronto atendimento, totalizando 71 leitos em mais de 6 mil m² de área. “Esta é uma boa notícia para o futuro da saúde pública do sul do Estado”, finaliza Resende.

Fonte: Redação Portal do MS

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br