Vereador Simon quer mais fiscalização para reduzir número de ambulantes nas ruas de Naviraí

Ambulantes de outros estados não pagam imposto,não geram empregos e fazem concorrência injusta com o comércio estabelecido.

Naviraí Imprimir
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 - 07h29

O Vereador Simon Rogério de Freitas (PSB), deve apresentar requerimento na sessão de abertura dos trabalhos legislativos, após o recesso, nesta terça-feira (01), solicitando da Prefeitura um tratamento mais rigoroso quanto a crescente presença de vendedores ambulantes, principalmente oriundos de outros municípios e até de fora do estado, nas ruas de Naviraí. “Esse tipo de negócio afeta diretamente o nosso comércio, que paga tributos e gera empregos na cidade” diz Simon.

O Vereador lembra inclusive que, no setor de hortifrutigranjeiros, os pequenos produtores locais fazem um verdadeiro sacrifício para manter funcionando o mercado municipal, enquanto nas ruas a venda em bancas improvisadas não diminuiu. “É preciso haver uma regra mais rigorosa para liberação desses alvarás” defende Simon, ao lembrar que até mesmo móveis e utensílios chegam a ser comercializados na rua.

O vereador defende que os produtores de verduras e legumes que são do município, devem ser cadastrados e trabalharem tanto no mercado como nas feiras existentes nos bairros. Para Simon não são esses agricultores do município que provocam prejuízo, mas a liberação dessas bancas nos canteiros e calçadas abre precedente para ambulantes de fora que se sentem no direito e acabam fazendo uma concorrência desleal com os comerciantes locais. “Já não basta a dificuldade para manter as empresas, com os empregos que são oferecidos para a nossa comunidade, por conta da crise, se o poder público não ajudar, disciplinando esse tipo de venda, a situação poderá piorar cada vez mais” finaliza Simon.

O Vereador fará indicação encaminhada ao Prefeito Izauri de Macedo (DEM), acreditando que o chefe do executivo ordenará a equipe para tome as medidas justas e necessárias para o caso.

Fonte: Redação Portal do MS

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br