Advogado que vinha para MS é preso ao dar banana para funcionária negra de empresa aérea

Geral Imprimir
Sábado, 05 de Agosto de 2017 - 10h00

O advogado Genesco Alves da Silva foi preso, na manhã desta sexta-feira (4), no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, região metropolitana de Belo Horizonte. O homem seguia para Corumbá, mas, segundo a polícia, fez ofensa racista contra uma funcionária negra da Azul Linhas Aéreas, ao oferecer uma banana a ela.

Segundo as primeiras informações, o homem teria se desentendido com a mulher e teria dado uma banana para a atendente ainda no balcão de check-in. O advogado chegou a embarcar em um voo, mas foi preso em flagrante.

“Retirou uma banana e me deu, falando que eu tinha esquecido. Aí eu fiquei, na verdade, em estado de choque. Porque, principalmente, no século que nós vivemos, a gente ainda viver, ainda ter que ter esse tipo de situação”, afirmou.

O advogado, a vítima e testemunhas foram inicialmente levados para a Superintendência da Polícia Federal, em Belo Horizonte, no Bairro Gutierrez, na Região Oeste, mas de acordo com a PF, os envolvidos foram encaminhados, em seguida, para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil, em Vespasiano.

Em nota, a Azul Linhas Aéreas informou que “já está prestando assistência à sua tripulante e que não vai comentar o caso para não atrapalhar o inquérito policial".

Fonte: Topmidianews

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br