Em meia hora e por motivos fúteis, três mulheres foram agredidas hoje em MS

Polícia Imprimir
Segunda-Feira, 04 de Setembro de 2017 - 05h20

Três mulheres foram vítimas de violência doméstica no intervalo de meia hora em municípios de Mato Grosso do Sul. Esses são apenas os casos registrados em delegacias da Polícia Civil, ou seja, não correspondem à totalidade das ocorrências. Os crimes aconteceram das 15h às 15h30 nas cidades de Sidrolândia, Iguatemi e Ponta Porã.

No primeiro caso, a vítima, de 24 anos, apanhou do companheiro, de 25. Recentemente, ela descobrira em mensagens de WatssApp traição do marido. Hoje, ele chegou em casa descontrolado, depois de ter usado drogas e começou a discutir com a mulher.

A discussão teve início quando a vítima quis saber com quem o autor estava falando pelo celular. Ele deu um soco na vítima e bateu a cabeça dela contra a parede. Os dois moram juntos há sete anos e têm uma filha. O autor não foi preso.

Vinte minutos mais tarde, em Iguatemi, outra mulher, de 34 anos, apanhou de seu companheiro. De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher parou uma viatura, que fazia ronda, e pediu ajuda, dizendo que acabara de ser agredida. Os dois voltaram a se relacionar há cerca de dois meses depois de dois anos separados, porque o autor estava preso.

De acordo com a mulher, o homem invadiu a cada dela e a bateu por motivos fúteis. Ela foi encaminhada ao PAM (Pronto Atendimento Médico) e apresentava edema no rosto e escoriações no pescoço e na barriga e mancha escura no braço esquerdo. O autor foi preso em flagrante.

Depois de dez minutos, em Ponta Porã, em ataques de ciúme, o autor, de 42 anos, bateu em sua namorada, de 28. Conforme o boletim de ocorrência, ele chegou transtornado na casa, entrou no quarto, onde estava a vítima e pediu para ver o celular dela. Como o aparelho estava descarregado, o homem mandou a vítima carregá-lo e entrar na rede social Facebook.

A mulher teria dito que o namorado não poderia agir daquela forma. Ele, então, deu um tapa no rosto da namorada e foi empurrado por ela. O homem, ainda conforme o boletim de ocorrência, derrubou a mulher no chão, puxando-a pelo cabelo e passou a dar vários socos nela.

A vítima gritou socorro a um parente que estava na casa foi correndo ajudar. O autor foi embora, gritando que a mulher iria se arrepender. O homem não foi localizado.

Fonte: CG News

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br