Sindicância vai apurar envolvimento de militar em compra de carro roubado

Polícia Imprimir
Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017 - 12h36

A Corregedoria da Polícia Militar vai abrir sindicância para apurar o envolvimento de policiais militares na compra de um carro roubado. O caso também está sendo investigado pela Polícia Civil. “A Corregedoria da PMMS acompanhou a ocorrência desde o início e determinou a abertura de procedimento administrativo para apurar o envolvimento ou não de policiais militares na ocorrência”, informou a nota.

Um soldado da Polícia Militar de Três Lagoas, distante 338 quilômetros de Campo Grande, foi preso por envolvimento com a compra de um veículo roubado.

O PM foi ouvido pelo delegado Hoffman Dávila Cândido e Souza, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, em Campo Grande. Ele pagou fiança de R$ 1.874 – o equivalente a dois salários mínimos – e foi liberado.

De acordo com o advogado da Dviwes Nantes, que atua pela ACS (Associação de Cabos e Soldados) da PM, o policial foi ouvido na presença de dois superiores, um major e um tenente. Ele não quis comentar o assunto.

O delegado Hoffman não quis falar com a imprensa na delegacia. A reportagem também tentou contato por telefone com o responsável pela investigação, mas o celular dele estava desligado. O soldado e os outros dois PMs que estavam com ele também não conversaram com os repórteres.

Fonte: CG News

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br