Sociedade Corroída: Em Naviraí diretora sofre ameaça de morte dentro da Escola

Polícia Imprimir
Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017 - 11h36

A onda de violência e atentados contra a vida vai a cada dia assustando ainda mais a pessoas de bem no meio da sociedade. Os crimes contra a vida, hoje banalizado, são cada vez mais comuns e ganham contornos de “normalidade” no país onde a grande maioria acha que os corruptos são (só) os detentores de cargos públicos (há exceção até nesse meio), esquecendo que se não existir formação humana, cidadã e de caráter a partir da estrutura familiar, nem escola, e até policia vai dar jeito.

Em Naviraí mais um fato, entre os propagados, porque nem sempre os ameaçados tornam público tais situações, mostra em que pé está chegando a ousadia e falta de respeito de delinquentes, cada vez mais “incentivados” a agirem como se o crime fosse algo compensador. A professora Angêla Maria Oliveira, Diretora da Escola Municipal Maria de Lourdes Aquino, procurou a Policia para denunciar ter sofrido ameaça de morte dentro do estabelecimento educacional.
De acordo com as informações do Boletim de Ocorrência, na manhã de terça-feira (18), Jeferson Fernando Diomasio Ribeiro de 20 (vinte) anos teria pulado o muro do colégio e estava andando pelo pátio da Escola, e ao ser advertido pela Diretora, o mesmo não gostou e passou a fazer ameaças de morte à professora.

“Não tenho medo de ninguém, vou te matar” – palavras proferidas por Jeferson Fernando à Diretora. Segundo informações de alunos, Jeferson teria voltado no colégio no intervalo e teria dito que iria buscar uma arma e retornar na escola.

O acusado já esteve detido em outra situação e responde por tráfico aguardando julgamento em liberdade.
No Brasil uma pesquisa da Organização para cooperação e Desenvolvimento econômico, aponta que 12,5% dos professores ouvidos disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de alunos pelo menos uma vez por semana. Trata-se do índice mais alto entre os 34 países pesquisados. A violência que ocorre nas escolas é reflexo da violência generalizada que tomou conta do país.

Em Naviraí a Policia Civil vai investigar a autoria da ameaça. Em Junho deste ano o diretor da Escola Antônio Fernandes foi esfaqueado no pátio da escola por um aluno. O caso teve repercussão nacional, porém não foi suficiente para impedir que fatos semelhantes voltassem a acontecer.

Fonte: Redação Portal do MS

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br