Valor do botijão de gás de cozinha subiu 13,7% para consumidores

Geral Imprimir
Sábado, 11 de Novembro de 2017 - 08h15

Das ruas e estradas diretamente para dentro de casa, o consumidor campo-grandense também sofre impactos no bolso com outro tipo de combustível neste segundo semestre de 2017: o GLP (gás liquefeito de petróleo), o gás de cozinha, que acumula alta de 13,77% nos preços médios praticados durante os últimos seis meses.

De acordo com levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor do botijão de 13 quilos do produto passou de R$ 66,43, em junho, para R$ 75,45, no início deste mês, diferença de pouco mais de R$ 9,00 por embalagem.

No acumulado do ano, o gás de cozinha comercializado em Campo Grande ficou 13,73% mais caro; já no comparativo com novembro do ano passado, quando custava R$ 65,95, o produto encareceu 14,39%.

Quando considerados os preços praticados em Mato Grosso do Sul, a majoração também é expressiva.

Conforme levantamento da ANP, somente de junho a novembro, o gás de cozinha teve alta de 12,58% no Estado, saindo de R$ 65,25 para R$ 73,46 o botijão (ou desembolso extra de R$ 8,21 para o consumidor). No ano, a alta acumulada chega a 14,97%.

Já em relação ao preço praticado em novembro do ano passado (R$ 64,90), o aumento registrado foi inferior, de 13,19%.

Fonte: Portal Correio do Estado

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br