POLÊMICA: Câmara quer vetar disciplina de ideologia de gênero em escolas de Naviraí

Naviraí Imprimir
Domingo, 26 de Novembro de 2017 - 09h28

O projeto de emenda a lei orgânica de Naviraí, proposto pelo vereador Josias de Carvalho (PRB) já na apresentação contou com apoio de outros oito parlamentares, que solicitaram para assinar conjuntamente. Com a mudança na lei estará proibido constar na grade curricular na rede de ensino, tanto municipal, estadual ou particular, no âmbito do município, a disciplina de Ideologia de Gênero, bem como, toda e qualquer matéria que tente orientar a sexualidade dos alunos ou que tente extinguir o gênero masculino ou feminino como gênero humano.

O projeto que deve ser votado ainda este ano, tem assinatura conjunta dos vereadores Antônio Carlos Klein, Fabiano Domingos dos Santos, Luiz Alberto Ávila Silva Júnior, Márcio Scarlassara, Ederson Dutra e Cristina Gradella.

Na justificativa e baseado em estudos e profunda avaliação, o vereador argumenta que a ideologia de gênero, em resumo, prega que a identidade sexual de uma pessoa seja construída a partir de suas experiências sociais, culturais e afetivas, e não a partir de sua constituição biológica. Na prática, isso significa dizer que, se implementada nas escolas, os alunos passariam a aprender que, ser homem ou mulher é uma escolha pessoal, devendo com isso, decidir como querem ser tratados. “O ensino da Ideologia de Gênero nas escolas viola o princípio constitucional” lembra Josias, ressaltando que a lei estabelece a proteção de crianças e adolescentes.

Conforme entendimento do parlamentar e demais colegas a referida matéria não pode ser permitida por respaldar à violação da intimidade de crianças e adolescente sob o pretexto falacioso de prepará-las para uma dimensão fundamental da experiência humana. “Um palavreado que apenas esconde a intenção de induzir comportamentos, para dessa forma agredir e atacar frontalmente a instituição da família” finalizou o autor.

APOIO RELIGIOSO
Autor de importante artigo tratando do assunto o Pastor Paulo Coura, presidente do conselho de pastores em Naviraí, usou a tribuna da Câmara para ressaltar a importância da iniciativa do legislativo. Para ele a fé foi relativizada, a verdade se tornou relativa, as práticas morais não têm mais parâmetros de certo ou errado.

Mundialmente toda a ética cristã está sendo questionada e combatida. Vem sendo implantada lenta, progressiva e efetivamente uma ideologia anticristã e para isso a sociedade, os segmentos de todas as denominações tem que combater afinal, a Bíblia, está sofrendo um fortíssimo ataque como nunca antes.

Fonte: Soares Filho

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br