Polícia prende grupo suspeito de planejar morte de agente penitenciário

No local da prisão, foram apreendidos armamentos de uso restrito, munições, celulares e um veículo que seria usado na ação.

Polícia Imprimir
Quarta-Feira, 06 de Dezembro de 2017 - 08h15

Cinco pessoas foram presas na madrugada desta quarta-feira (6), suspeitas de ligação com o crime organizado, em Dourados, distante a 230 quilômetros de Campo Grande. De acordo com informações do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil, o grupo teria ligação com diversos crimes cometidos este ano na cidade e estaria planejando a morte de um agente penitenciário.

“Nosso setor de inteligência já vinha investigando uma série de homicídios, muitos ligados ao crime organizado, e levantou que a próxima ação do grupo seria atentar contra um agente”, relatou o delegado titular do SIG, Matheus Zampieri.

A prisão aconteceu pouco depois da meia-noite, em uma casa na região central do município. Segundo a polícia, no momento da prisão, os integrantes se preparavam para cometer o crime. No local foram apreendidos armamentos, sendo uma espingarda calibre 12, um revólver 357 – de uso restrito – e outro de calibre .38, e munições.

“A quantidade de munição apreendida chama atenção. Foram ao menos 15 cartuchos calibre 12 e cerca de 20 munições dos revólveres”, informou o delegado. Sete aparelhos celulares, sendo quatro deles novos, ainda na caixa, relógios e um veículo Fiat Uno, que seria usado na ação, também foram apreendidos.

Ainda de acordo com informações policiais, todos negaram envolvimento com a associação e afirmaram não haver qualquer ordem de homicídio. Os cinco presos já possuem passagem pela polícia por crimes de roubo, porte de arma e porte de drogas. Um dos envolvidos, inclusive, está em liberdade há apenas cinco dias.

O grupo responderá por associação criminosa armada e porte de arma de calibre restrito. As investigações, de acordo com o delegado, vão continuar para apurar participação em outros homicídios. Os cincos homens foram levados para 1ª Delegacia de Polícia Civil da cidade e devem ser transferidos para a PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Fonte: Liniker Ribeiro e Helio de Freitas

© 2010-2017 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br