Lutador de MMA volta a ser preso por ameaçar atual mulher em Rio Branco

Esporte Imprimir
Sexta-Feira, 29 de Dezembro de 2017 - 07h28

O lutador de MMA Deroci Barbosa voltou a ser preso na tarde desta quinta-feira (28) por ameaçar a atual mulher dele e desacatar policiais da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher em Rio Branco (Deam).

Barbosa foi preso a primeira vez em maio de 2016 após invadir a casa da ex-namorada e agredir um casal de amigos dela.

A Polícia Civil informou que a mulher do lutador procurou a delegacia nesta quinta para denunciar e pedir uma medida protetiva após o lutador a ameaçar.

Barbosa chegou ao local perguntando pela mulher quando ela era ouvida pelo delegado plantonista e desacatou os policiais. Ele foi preso em flagrante por desacato e ameaça.

Barbosa foi preso pela primeira vez em flagrante no dia 8 de maio após a ex-namorada Miliane Oliveira acionar a polícia. Barbosa invadiu a casa da ex-companheira e agrediu um casal de amigos dela.

Na ocasião, a enfermeira Pamela Alves, de 25 anos, ficou com vários ferimentos no rosto e o namorado dela ficou com o supercílio esquerdo cortado. Um dia após o crime, o lutador usou as redes sociais para se defender e caracterizou o momento como uma emboscada.

“Ela esteve às 14h na delegacia para registrar uma ocorrência. Eu estava atendendo ela devido uma suposta ameça que ele fez á ela, quando chegou na delegacia bem alterado e atrás dela. Demos voz de prisão por ameaçá-la na nossa frente. Encontra-se preso aqui”, explicou o delegado da Deam Thiago Fernandes.

Ainda segundo o delegado, a mulher de Barbosa disse que foi agredida com um soco no rosto no início do mês, na cidade de Foz do Iguaçu, onde o casal mora. De férias em Rio Branco, a mulher relatou à polícia que o casal está com a relação desgastada e pretende se separar do lutador.

“Hoje ela estava na casa dos pais e ele começou a procurá-la pela cidade fazendo ameaças contra ela. Veio até a delegacia fazer a denúncia e pedir medida protetiva. Ele acabou vindo aqui atrás dela”, complementou o delegado.

Fernandes ressaltou ainda que arbitrou fiança no valor de R$ 5 mil para que o lutador seja solto. Caso não pague a fiança, Barbosa deve ser levado para a audiência de custódia na sexta-feira (29).

“Se por acaso pagar fiança ou se amanhã o juiz entender que ele deve responder o processo em liberdade, automaticamente o juiz já aplica a medida protetiva. Caso pague a fiança hoje, sai mediante essa medida protetiva”, afirmou.

O site G1 entrou em contato com os familiares da mulher do lutador. Ela ainda está sendo ouvida e deve se posicionar ainda nesta quinta sobre o caso. A reportagem também não conseguiu contato com a defesa do lutador.

Fonte: G1/AC

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br