“Maníaco da Cruz” vai ficar em presídio da Capital

Polícia Imprimir
Quinta-Feira, 04 de Janeiro de 2018 - 08h14

A Justiça decidiu que Dyonathan Celestrino, mais conhecido como o “Maníaco da Cruz” permaneça na ala de saúde do Instituto Penal de Campo Grande. No fim do ano passado, o juiz Caio Márcio de Britto, da 1ª Vara de Execução Penal havia considerado a situação do interno “irregular e ilegal” e pediu a transferência imediata dele.

As informações são do site Campo Grande News, apontando que o parecer e pedido do magistrado foram negados pela juíza de direito Cíntia Xavier Letteriello. Na decisão, Cíntia ressalta que “único juízo com competência absoluta para decidir pela transferência de Dyonathan seria o de sua interdição”.

Além disso, ainda conforme o site, a magistrada rebateu sobre o parecer de que o interno estaria em situação irregular.

“Até que nova providência seja tomada pelo Estado, a manutenção do interditado naquela ala de saúde é a medida que melhor atende aos interesses de todos os envolvidos”, reforça.

Em 2008, o rapaz ficou nacionalmente conhecido por ter assassinado três pessoas em uma espécie de ‘ritual macabro’ e nos anos seguintes esteve envolvido em diversas confusões nas unidades penais que esteve.

Fonte: Dourados News

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br