Com imóvel próprio, Bolsonaro recebe auxílio-moradia da Câmara

Política Imprimir
Terça-Feira, 09 de Janeiro de 2018 - 05h54

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ), assim como um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro (PSC-RJ), recebe R$ 6.167 mensais de auxílio-moradia. Os políticos, entretanto, têm imóveis em Brasília. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Jair recebe o auxílio da Câmara desde 1995, ao passo que Eduardo recebe desde 2015, ano em que tomou posse em seu primeiro mandato como deputado. No total, os dois já ganharam o valor de R$ 730 mil, já descontado do Imposto de Renda.

O apartamento de Jair foi adquirido no fim da década de 90, mas ele só veio a ficar pronto no começo de 2000. O imóvel dispõe de dois quartos e tem 69m².

Além do apartamento, os políticos da família têm mais de 12 imóveis no Rio de Janeiro. Deste número, a maior parte foi comprada nos últimos dez anos, conforme noticiou a Folha.

Auxílio-moradia

Há duas formas de o pagamento ser efetuado. A primeira é por meio de reembolso para quem apresente recido de aluguel ou de despesas com hotel em Brasília. A segunda se dá em espécie e sem precisão de apresentar qualquer recibo. Neste caso, no entanto, os políticos recebem 27,5% de desconto referente a Imposto de Renda.

Jair e Eduardo Bolsonaro usam a segunda opção, o que rende mensalmente R$ 3.083. Os políticos têm opção de recusar o dinheiro.

Com base nas informações da Câmara dos Deputados, 27 dos 513 congressistas abdicaram de receber a quantia ou apartamento da Câmara.

O auxílio é dado a deputados que não ocupam apartamentos funcionais no Distrito Federal. Já que há mais deputados do que vagas em imóveis que são destinados a eles, a Câmara desembolsa para cada R$ 4.253 mensais.

Fonte: O Povo Online

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br