Pedro Chaves troca de partido e pode ser aposta em coligação com PSDB

Política Imprimir
Segunda-Feira, 29 de Janeiro de 2018 - 06h04

O senador Pedro Chaves deve oficializar no próximo mês a troca do PSC para o PRB. Ele articulava eventual apoio a pré-candidatura do juiz Odilon de Oliveira (PDT) ao governo estadual, mas a mudança tende a colocá-lo mesmo no palanque do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Wilton Acosta, presidente estadual do PRB, agendou para o dia 26 de fevereiro o evento de filiação. Ao Campo Grande News ele relatou que “o próprio senador” anunciou, no sábado (27), sua decisão durante evento da sigla em Coxim, interior do estado.

“Faz parte da estratégia de crescimento e fortalecimento do PRB e creio que com a vinda dele, ficamos um pouco mais “fortes” na disputa para [deputado] federal e estadual. Todo o nosso entendimento passa por viabilizar a candidatura dele", ressaltou Wilton.

Ele reforça que agora só depende do governador o apoio. “Só não ficaremos com o Azambuja se ele não quiser ou se não for candidato”.

Enquanto o senador não se pronuncia oficialmente, coube ao chefe do Executivo esclarecer que o PRB integra aliança, inclusive, com indicados na Funtrab (Fundação do Trabalho). Mas garante que é muito cedo para alguma definição sobre alianças.

“Ocupa espaço dentro do governo, mas isso não é garantia de que estarão nas eleições porque tem muito prazo e deleguei à executiva a conversa com os partidos”, resumiu Azambuja, avaliando que a ida de Chaves ao partido faz parte da dinâmica de filiações pré-eleitorais.

Fonte: Campo Grande News

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br