Motorista é agredido, fica amarrado por 6 horas e tem carreta roubada

Polícia Imprimir
Quinta-Feira, 05 de Abril de 2018 - 07h33

Motorista de 43 anos que trabalha com transporte de carga teve a carreta roubada em golpe do falso frente ocorrido ontem, em Campo Grande. O homem foi amarrado, agredido e ficou mantido em cárcere com os criminosos por aproximadamente 6 horas. Ele só foi liberado pelos bandidos depois que o veículo chegou ao Paraguai.

Segundo boletim de ocorrência, o trabalhador relatou que por volta das 10 horas da manhã foi contactado por suposto agenciador de carga de outro estado, que precisava de um frete para Londrina (PR). Conforme negociado, por volta das 16 horas o autor enviou por WhatsApp o endereço onde deveria ser feita a carga, na BR-262.

Chegando ao local, uma estrada de chão com pouco movimento, o motorista foi rendido por dois indivíduos que estavam aparentemente desarmados. Um deles foi identificado como João Vitor, pois assim era chamado pelo comparsa. Depois da abordagem, a dupla seguiu com a vítima para um matagal próximo.

Outra pessoa pegou a carreta e seguiu para o Paraguai. Para garantir que a o trabalhador não fugisse, os criminosos o amarraram pelas mãos e pés e o agrediram com socos e chutes. Além do veículo, tomaram também documentos pessoais, notas fiscais, comprovantes de outras entregas e um aparelho de telefone celular.

Por volta das 22 horas a vítima foi liberada e os autores que a mantinham em cárcecre fugiram em um veículo que foi buscá-los. O homem então seguiu a pé até um hotel onde pediu ajuda e informou a esposa para acionar o rastreador e tentar o bloqueio. Porém, chegando na delegacia, descobriu que já tinham atravessado a fronteira. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga.

Fonte: Portal Correio do Estado

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br