Cheia no Pantanal leva escola rural a interromper aulas

Cidades Imprimir
Sábado, 14 de Abril de 2018 - 06h34

As aulas da escola municipal rural Polo São Lourenço, localizada na comunidade Barra do São Lourenço, a 220 km do município de Corumbá interromperá as aulas no próximo dia 20 de abril devido à cheia na região.

De acordo com a divulgação feita pela direção das escolas das Águas, o nível do rio pode afetar as condições de saúde e segurança dos estudantes e professores.

Segundo informações da Organização Não Governamental (Ong) Ecoa, a escola se localiza em uma área considerada de risco, em razão da erosão natural e gradativa da margem do rio, que nos períodos de cheia (somado as chuvas) se agrava.

Como o espaço também é utilizado como alojamento, os estudantes ficam muitas vezes isolados, sem recreação ou possibilidade de ensino de qualidade.

Contudo, a Ecoa explica que o aviso é feito de forma preventiva, sempre que são estimados períodos de cheia no Pantanal. Outro alerta emitido teve como destino os moradores da comunidade Barra do São Lourenço, visto que o nível do rio atingiu a cota social, estabelecida de acordo com o levantamento de dados do Projeto Prevenção.

ESFORÇOS CONJUNTOS
O Programa Povo das Águas, mantido pela Prefeitura de Corumbá, prestou atendimento às comunidades ribeirinhas do Pantanal no mês de março, levando atendimento médico, odontológico, de enfermagem, social e educacional para as famílias que residem em regiões de difícil acesso do Pantanal.

Em agosto do ano passado, durante audiência pública, o Aterro do Binega – uma área mais alta na região – foi definido como o local para as futuras instalações de uma nova escola. Nesta mesma audiência, ficou aprovada a licitação para reforma da atual, a fim de fornecer condições mínimas de ensino.

Fonte: Correio do Estado

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br