MTST e Povo Sem Medo ocupam triplex atribuído à Lula em São Paulo

Brasil Imprimir
Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018 - 09h43

Na manhã desta segunda-feira (16) o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto juntamente com militantes da frente Povo Sem Medo ocuparam triplex do Guarujá, em São Paulo, atribuído a Lula pelo juiz Sérgio Moro. Ainda não se sabe como os manifestantes conseguiram entrar no Condomínio Solaris. A defesa do petista apresentou ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF – 4) uma documentação comporvando que a OAS seria a verdadeira proprietária do apartamento 164-A.

Em janeiro deste ano, Lula disse que se o triplex fosse seu, os sem-teto poderiam ocupar o ambiente. Reafirmando sua inocência e falta de conexão com a posse do imóvel, o ex-presidente declarou: “se me condenaram, deem-me o apartamento”, completando que já havia pedido ao ao pré-candidato à Presidência da República pelo Página pelo PSOL, Guilherme Boulos, militante do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e da Frente Povo Sem Medo que os militantes ocupassem o apartamento.

Boulos fez uma transmissão ao vivo da ocupação do triplex em sua página do facebook. Nas imagens, apareciam faixas que foram estendidas no andar em que seria o apartamento de Lula. “Se é do Lula, o povo poderá ficar. Se não é, por que então ele está preso?”, declarou o presidenciável do PSOL no Facebook.

Detido no último dia 7 em São Bernardo do Campo, o ex-presidente foi condenado a 12 anos e um mês de prisão, expedido por Moro, acusado de lavagem de dinheiro e crimes de corrupção. Na próxima quarta-feira (18), Lula terá o último recurso julgado antes do processo seguir par ao Superior Tribunal de Justiça.

Fonte: Diário de Pernambuco

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados - Portal do MS - contato@portaldoms.com.br