Terca-Feira, 07 de Julho de 2020

Município decide implantar barreiras sanitárias nas entradas da cidade


Jhonatan Manuel Araújo, da Defesa Civil justificando a importância das barreiras. Foto: Assess

Aconteceu na manhã desta terça-feira (09) na Prefeitura de Naviraí, uma reunião entre o prefeito Dr. Izauri Macedo e representantes das instituições policiais de nossa cidade, como, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Militar Ambiental, juntamente com a Vigilância Sanitária e Epidemiológica, além das gerências de Saúde, Meio Ambiente e Obras e, ainda, a Defesa Civil do município. Segundo o prefeito em comum acordo os parceiros definiram que em quatro pontos estratégicos devem funcionar barreiras sanitárias com a finalidade de fazer prevenção contra o Coronavírus, fazendo a aferição de temperaturas de quem vem de outras localidades para entrar na cidade.

Falando da reunião, o prefeito explicou que foram tratados de assuntos a respeito de um projeto de implantação de barreiras sanitárias. “Nessa reunião conhecemos o projeto apresentado por Jhonatan Manuel Araújo, da Defesa Civil, estabelecendo o formato que iremos fazer as abordagens, a estruturação de pessoal, a estruturação física e os locais onde serão implantadas: Avenida Amambai, em frente a Mineração Santa Maria; Avenida Caarapó em frente da antiga Albox e uma Mecânica; no prolongamento da Avenida Mato Grosso, na distribuidora de petróleo, aquela via vai ficar fechada, isolada; prolongamento da Avenida Amélia Fukuda, na frente da oficina da Usina Rio Amambai Agroenergia, quando sai do trevo, entrando ali a direita, a outra, no prolongamento da rodovia MS 141, na Avenida Campo Grande, próximo do Trevo dos Tucanos. Esses serão os locais de implantação de quatro barreiras sanitárias”, explicou Dr. Izauri.

 

Explicando porque tomou essa decisão, o prefeito salientou que “após analisarmos o projeto, vimos que ele é interessante e que tem tudo para dar certo, com apoio da nossa gerência de Saúde, já que, afinal de contas, isso visa minimizar o problema do Coronavírus na identificação das pessoas que vem para nossa cidade, oriundos de outras localidades. Vamos ter nessas barreiras um medidor de febre e um questionário a ser respondido, para saber o que a pessoa está sentido, se tem algum sintoma, se é assimtomático ou não. Então esse cuidado a gente vai ter, afim de que a nossa população possa, o máximo possível ficar protegida da entrada desse vírus aqui”, garantiu ele.

 

Vale a pena ressaltar que as barreiras sanitárias deverão começar a sua operacionalização em breve e, se possível, antes do feriado.

 

DEFESA CIVIL

 

Para o idealizador e coordenador deste projeto, Jhonatan Manuel Araújo, que é o chefe da Defesa Civil do município, “a finalidade dessas barreiras é a prevenção do Coronavírus e elas estarão em pontos estratégicos. Seu horário de funcionamento será das 5 as 22 horas, já que a partir daí, até as 5 horas do outro dia, existe o toque de recolher em nossa cidade. Essas barreiras vão trabalhar em turnos e ficarão ali enquanto durar essa pandemia”, disse ele.


Fonte: Assessoria Prefeitura