Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020

Motorista é preso tentando passar com carro roubado até a Bolívia


Estrada é monitorada (Foto: Diário Corumbaense)

Na noite de segunda-feira (29), dois homens de 35 e 28 anos foram presos por receptação em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. A mando do mais novo, o homem de 35 anos tentava passar com um carro roubado até a Bolívia, por uma estrada onde a prefeitura cavou buraco para separar as cidades.

Grupo de Combate do Exército fazia patrulhamento na trilha da ‘cabriteira’ quando viu o veículo forçando a passagem. Conforme o registro policial, naquela trilha a prefeitura fez um buraco para evitar a passagem de carros e pessoas. Assim, dois militares se identificaram e abordaram o motorista.

O condutor, de 35 anos, relatou que o carro era de um amigo dele, mas em verificação foi constatado que ele receberia R$ 100 para levar o veículo, um Corolla preto, até a Bolívia. Depois disso, ele ainda confessou que tal amigo que pagaria pelo serviço estava em um hotel em Corumbá.

Os dois acabaram presos em flagrante por receptação e associação criminosa.

Fronteira fechada

A linha de fronteira foi fechada como medida de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Sendo assim, do lado brasileiro, no Posto Esdras, há fiscalização do Exército, Força Nacional de Segurança e Polícia Federal no controle migratório. Essa foi a determinação do Governo Federal.

Já do lado boliviano, a fronteira está fechada e controlada por militares. Só passam caminhões de cargas, que também podem trafegar no Brasil, para não haver desabastecimento. A vala foi aberta naquela estrada pela prefeitura de Corumbá, para evitar passagem de veículos e pessoas e também a disseminação do coronavírus.


Fonte: Midiamax