Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020

Polícia paraguaia continua em busca de fazendeiro brasileiro sequestrado


Polícia ainda não sabe para onde fazendeiro brasileiro foi levado. (Foto:Divulgação)

A polícia paraguaia continua em busca do produtor rural brasileiro Luis Carlos Tamiozzo, de 61 anos. Ele foi sequestrado no dia 13 de junho em uma fazenda que pertence à empresa Ouro Verde, de sua propriedade e está localizada no Distrito de Tava’i.

Na manhã desta segunda-feira (20), policiais paraguaios conseguiram prender Cézar Ramón Acosta, de 31 anos, um dos acusados pelo sequestro do produtor rural.  A carteira de identidade de Tamiozzo e as armas caseiras foram encontradas no local

O grande destacamento policial nesta manhã entrou em uma área arborizada perto do local onde foi capturado César Ramón Acosta, 31, suspeito do desaparecimento do empresário Luis Carlos Tamiozzo.

Neste domingo, Reinaldo Noldin, José Arturo Acosta e César Ramón Acosta foram acusados ??pelos pelas autoridades paraguaias por privação de liberdade, associação criminosa e extorsão agravada. Os suspeitos já tinham um mandado de prisão.

Durante o processo de captura de Acosta, houve um confronto, seu cúmplice ouviu os tiros e fugiu com o empresário agrícola, eles relataram.

A polícia acredita a outra pessoa envolvida no ato seja Reinaldo Noldin Cáceres, que possui um mandado de prisão.

Acosta, segundo informações da polícia paraguaia ficou preso por vários anos em uma prisão brasileira e, depois de obter sua liberdade, chegou ao Paraguai e é um dos suspeitos pelo crime de sequestro do  fazendeiro.


Fonte: Midiamax