Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020

China lança sua primeira missão para Marte


Marte: planeta se tornou o destino preferido dos países em 2020 (Artur Debat/Getty Images)

A China acaba de dar um passo muito importante em direção a sua consagração como um país em potencial na corrida espacial de 2020, recheada de missões para outros planetas e órbitas.

Nesta quinta-feira (23), o lançamento da missão não tripulada Tianwen-1, que significa “busca pela verdade celestial”, foi um sucesso. Os equipamentos chineses devem chegar a Marte somente em fevereiro de 2021 — uma viagem bem longa, diga-se de passagem. Isso porque Marte tem uma distância média de 2,25 milhões de quilômetros da Terra, um dos planetas mais próximos do nosso.

O objetivo dos chineses é realizar um levantamento da atmosfera do planeta e descobrir se existe água potável ou sinais de vida no local.

Esta é a segunda missão que tem Marte como destino neste mês. Os Emirados Árabes Unidos, com uma população que não chega a 10 milhões de habitantes, quase a mesma quantidade se comparada o do estado de Pernambuco, enviaram neste domingo (19) a sua primeira missão espacial (tanto para o planeta vermelho quanto para qualquer lugar no espaço). O lançamento foi realizado a partir do Centro Espacial de Tanegashima, no Japão.

 


Fonte: Exame