Segunda-Feira, 10 de Agosto de 2020

Estudo indica tipo de máscara mais eficaz para proteção contra coronavírus


Pesquisadores reforçam que usar uma máscara com apenas uma camada é melhor do que não usar nenhuma, mas a de duas é ainda melhor
Máscaras: opção com duas camadas é mais eficaz contra o vírus (Lucy Lambriex/Getty Images)

As máscaras de tecido precisam ter duas camadas de proteção para serem realmente eficazes contra o novo coronavírus. Ao menos é o que aponta um estudo feito por pesquisadores australianos, publicado na revista científica Thorax.

Para descobrir qual máscara funciona melhor na prevenção à covid-19, os cientistas gravaram vídeos. As máscaras de apenas uma camada de tecido, por exemplo, reduziram um pouco as gotas de saliva expelidas durante a fala, enquanto a opção com duas camadas se mostrou mais eficaz na proteção. Já a máscara com três camadas pode ser ainda mais eficaz do que as outras duas, apesar de não ter sido testada.

Uma versão com 12 camadas de pano, segundo um outro estudo publicado na revista científica The Lancet, é tão eficaz quanto a cirúrgica. Mas é claro que costurar tantas camadas é uma tarefa mais complicada do que deveria ser.

Apesar disso, os pesquisadores reforçam que usar uma máscara com apenas uma camada é melhor do que não usar nenhuma.

É importante lembrar que o tipo de material utilizado e a frequência com a qual a proteção é lavada também contam para a sua eficácia. Alguns especialistas recomendam que ela seja lavada todos os dias. Para a lavagem, a recomendação do Ministério de Saúde é que seja usado sabão ou água sanitária, deixando de molho por cerca de 20 minutos.

A melhor máscara avaliada e com maior capacidade de prevenir o espalhamento de gotículas de saliva, segundo os pesquisadores, foi a cirúrgica.

 


Fonte: EXAME