Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020

Mato Grosso do Sul supera os 21 mil casos de coronavírus; doença matou 292 pessoas


Boletim da Secretaria de Estado de Saúde divulgado neste sábado aponta 712 casos novos, sendo que 268 deles são de Campo Grande
Boletim deste sábado apontou 21.015 casos de coronavírus em MS. (Imagem: Reprodução)

Boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) na manhã deste sábado (25) aponta que, nas últimas horas,  superou a marca de 21 mil infectados pelo novo coronavírus (Covid-19), com 292 óbitos confirmados até a manhã. O número de recuperados é de quase 15 mil.

Dados apresentados pela secretária-adjunta de Saúde, Christinne Maymone, indicam que houve 102.751 notificações, das quais 75.026 foram descartadas, 1.992 amostras seguem em análise e 4.718 casos foram descartados.

O total de casos confirmados chegou a 21.015, com a confirmação de 292 óbitos até o encerramento da divulgação do boletim. A taxa de mortalidade da doença se manteve em 1,4%.

Na comparação com o boletim de sexta-feira (24), foram acrescidos 712 casos novos (aumento de 3,6%), a maioria deles em Campo Grande, que segue como epicentro da doença no Estado: 268. Também tiveram número considerável de casos os municípios de Dourados (98), Corumbá (84), Sidrolândia (34), Aquidauana (18), São Gabriel do Oeste (16), Anastácio e Coxim (15 cada).

Dos 11 óbitos confirmados, 4 ocorreram em Campo Grande, 2 em Corumbá e 2 em Sidrolândia. Angélica, Itaquiraí e Três Lagoas registraram uma morte por coronavírus cada. Com exceção do caso na cidade do Bolsão, todos os demais pacientes que faleceram por conta da Covid-19 tinham comorbidades.

Dessas mortes, 7 foram registradas na sexta-feira e 4 na quinta (23).

Dentre os 21.015 infectados registrados desde 14 de março, início da pandemia, 14.899 estão recuperados, enquanto os casos ativos chegam a 5.824 (soma dos infectados em isolamento domiciliar e internados).

Há 434 pacientes internados, além de 5 em outros Estados e um paciente na Bolívia. A maioria segue internada na rede pública, com 243 em leitos públicos e 197 em UTI. Na rede privada, são 87 leitos clínicos e 73 de terapia intensiva com pacientes de coronavírus.


Fonte: Redação