Domingo, 20 de Setembro de 2020

Polícia investiga 2º túnel escavado para fuga em massa de membros do PCC


Foto- Midiamax

A polícia paraguaia investiga um 2º túnel que estaria sendo escavado de fora para dentro da penitenciária de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de campo Grande. O túnel serviria para uma fuga em massa de detentos membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Membros de uma equipe de inspeção técnica relataram terem ouvidos barulhos estranhos dentro do túnel, quando faziam uma checagem. Acredita-se que esteja sendo escavado um segundo túnel de fora para dentro até o encontro o primeiro túnel, o que facilitaria na fuga em massa dos detentos.

Com essa descoberta foi-se ordenado que o túnel fosse preenchido, segundo o site ABC Color. Funcionários relataram que durante a inspeção ouviram ruídos estranhos como se fossem máquinas trabalhando. Integrantes do Departamento de Combate ao Crime Organizado foram até a penitenciária para a investigação.

Levantamentos de representantes do Ministério Público e da Polícia revelaram que o novo túnel encontrado no Presídio de Pedro Juan Caballero, já tinha uma dimensão que permitiria que os internos dos pavilhões A tivessem acesso à rua. As celas dessa área abrigam mais cerca de 100 pessoas.

Os detentos planejavam mais uma fuga de massa e contavam com uma logística significativa, que vai desde um amplo espaço para trabalho até luzes e ventiladores. As autoridades já vinham sendo informadas do plano desde o início do mês e chegou a fazer um pente fino no presídio.

De acordo com a promotora Camila Rojas, o esquema montado “começa com um buraco com boca de aproximadamente 50 ou 60 cm, depois de 4 metros o túnel se abre, de forma que fica mais fácil a entrada ou passagem das pessoas”.


Fonte: Midiamax