Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020

Mulher nega dinheiro a homem que conheceu pela internet e tem nudes vazados no Instagram


Procurou a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) de Campo Grande, nesta segunda-feira (21) uma mulher de 49 anos que teve fotos íntimas vazadas em suas redes sociais por um homem com quem trocava mensagens há dois meses.

Ela contou na delegacia que há dois meses troca mensagens com o autor que diz morar nos Estados Unidos. Durante a troca de mensagens, a vítima relatou que os trocaram fotos íntimas. No dia 10 deste mês, o homem teria pedido a ela emprestado o valor de U$S 1.500 dólares, o que foi negado.

Com a negativa de enviar o dinheiro, o homem ameaçou a mulher afirmando que vazaria seus nudes para seus contados nas suas redes sociais. Nesta segunda (21), o autor usando uma conta falsa no Instagram vazou várias fotos íntimas da mulher para seus contatos. Ela disse na delegacia que apagou as mensagens trocadas com ele, assim como, as fotos e teria pedido a seus contatos que denunciassem o perfil usado pelo homem.

Vazar nudes é crime

E, para quem acha normal exibir as imagens íntimas de terceiros sem autorização, é bom lembrar que mesmo o vazamento de um nude acidental é crime que pode colocar o autor na cadeia. Assim, caso haja uma quebra de confiança por uma das partes, é caso de polícia!

De acordo com a legislação brasileira, quem acessa sem autorização ou compartilha nudes alheios pode responder e ser condenado a até à cadeia. Segundo Felipe Germano orienta neste ‘guia prático para nudes sem risco, “o ato isolado de invadir um sistema e capturar imagens eróticas sem autorização pode trazer até três anos de reclusão e multa, de acordo com a lei 12.737/2012”

Além disso, “o compartilhamento de imagens, sejam ela enviadas espontaneamente ou não, tem pena ainda maior: cinco anos de xadrez, mais multa”.


Fonte: Midiamax