Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020

Lakers vence o Heat e abre 2 a 0 nas finais da NBA


Miami ameaça encostar no começo do último quarto, mas com LeBron e Davis praticamente infalíveis no ataque, L.A. vence por 124 a 114; Time californiano fica a duas vitórias de seu 17º título na NBA
Lebron James

O Miami Heat teve um desafio descomunal no momento em que pisou em quadra nessa sexta-feira. Sem os astros Bam Adebayo e Goran Dragic, teve a missão de segurar LeBron James, Anthony Davis e companhia. Por mais que o time local tenha tentado, se esforçado, não houve façanha, não teve milagre.

Os Lakers, que vêm comendo a bola na bolha de Orlando para dedicar um título a Kobe Bryant, tiveram mais uma noite de amplo domínio e venceram o jogo 2 das finais por 124 a 114, abrindo 2 a 0. Os nomes do jogo? LeBron James (33 pontos e a uma assistência e um rebote do triplo-duplo) e Anthony Davis (32 pontos), naturalmente.

Órfão de dois de seus três melhores jogadores, o Miami Heat teve uma noite cheia de problemas. Além de ter que conter LeBron e Davis, o time da Flórida teve que lidar com um cobertor curto ingrato. Em boa parte do jogo, ao tentar conter a atividade do rival no garrafão pela defesa por zona, cedeu espaços no perímetro para um festival de tiros de três dos Lakers.

O time californiano não foi muito eficiente. Acertou 34% (16-47) dos seus arremessos de fora. Só que os 16 que caíram foram suficientes para tolhir o Miami. Foi noite de um Heat empobrecido ofensivamente no primeiro tempo, se sustentando no jogo através de oportunidades na linha de lance livre. Butler fazia um jogo solidário, acionando os companheiros (13 assistências), mas claramente sentia falta dos outros dois medalhões do time.

LeBron James e especialmente Anthony Davis resolveram o jogo no segundo tempo. Só no terceiro quarto, Davis fez 15 pontos. Se LeBron impressionou com 56% dos arremessos, Davis fez melhor ainda, com 75%. O Heat tentou resistir, chegou a ficar 9 pontos atrás na primeira metade do último quarto, mas o 2 a 0 se mostrou inevitável. Os times voltam a se enfrentar no domingo, às 20h30.

 

 


Fonte: Globo