Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020

Polícia aguarda decisão judicial para recuperar dinheiro de golpe milionário contra empresa de agronegócio em MS


Polícia mantém diligências para recuperar dinheiro. (Foto: Divulgação)

Agentes do SIG (Setor de Investigação Geral), que já identificaram as duas mães de santo paulistas envolvidas no golpe que desviou R$ 50,8 milhões, aguardam decisão judicial para quebrar sigilo de todas as 11 contas bancárias usadas para recebimento do dinheiro.

Segundo o delegado Rodolfo Daltro, responsável pelo SIG e que comanda o caso, as contas estão distribuídas em oito agências e já foram bloqueadas pela Justiça. “Entregamos ofícios em todas elas, entretanto, não sabemos ainda quanto desse dinheiro foi usado pelas mães de santo”, disse Daltro ao Midiamax.

“Ainda não podemos falar em valores a serem recuperados porque não tivemos acesso à essas contas”, explicou o delegado, ressaltando que até o momento três pessoas estão sendo investigadas pelo envolvimento direto na prática do crime, entre elas a própria funcionária da empresa que fez as transferências.

“Estamos investigando se realmente houve extorsão. Mas até o momento não existe nenhum indício que essa funcionária tenha ficado com algum valor desse dinheiro todo desviado”, comentou o delegado. Segundo ele, algumas diligências ainda estão sendo feitas em Dourados pelos quatro agentes do SIG envolvidos no caso.

 


Fonte: Midiamax