Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020

Fim do ano deve gerar 7 mil novas vagas de emprego temporário no Estado


Mesmo com a pandemia, Estado superou 2019 em criação de postos de trabalho
Comércio deve contratar temporários entre novembro e dezembro - Foto: Álvaro Rezende

Com a proximidade das datas comemorativas do fim do ano, cresce o otimismo do comércio sul-mato-grossense.

 O Natal e Ano Novo são tradicionalmente datas de aquecimento do mercado econômico e, mesmo com a pandemia da Covid-19 neste ano, a expectativa é positiva para o comércio.  

A projeção da Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviços do Estado (Fetracom/MS), é que para as datas sejam abertas 7 mil vagas temporárias em todo Mato Grosso do Sul.

“Acreditamos que os números estimados pela classe patronal, de pelo menos 7 mil novas oportunidades de emprego, vão se confirmar até lá”, afirma o presidente da Fetracom/MS.

Segundo o coordenador de Trabalho da Fundação de Trabalho e Mato Grosso do Sul (Funtrab), Antônio Modesto, muitos dos profissionais empregados temporariamente conseguem efetivação nas empresas. "De 15 a 20% das contratações temporárias se tornam definitivas”, afirma o coordenador.  

Dados da Junta Comercial apontam que de janeiro a outubro deste ano,  6.681 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul. O número já supera todo o ano de 2018 e é 9,5% a maior que os dados de 2019.  

A abertura de novas empresas acaba impulsionando o número de novas vagas, que tem registrado alta nos últimos meses. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Estado já abriu novos 3.049 postos de trabalho em setembro deste ano.  


Fonte: Correio do Estado