Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021

Brasil ultrapassa marca dos 200 mil mortos por Covid-19


Evitar aglomerações, usar máscara, manter distanciamento estão entre as principais medidas para evitar a propagação do vírus
Brasil ultrapassa marca dos 200 mil mortos por Covid-19 - Divulgação

O Brasil superou hoje a marca das 200 mil mortes provocadas pela covid-19. Nunca uma doença matou tanto no país em um ano. O número é o segundo maior do mundo.

Até o momento, o país registrou 968 novas mortes provocadas pela covid-19 de ontem para hoje, elevando para 200.011 o total de óbitos desde o começo da pandemia. Entre ontem e hoje também foram confirmados 47.264 novos casos da doença, com um total de 7.921.803 infectados desde o início da pandemia. 

Não há uma previsão de fim da pandemia, decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em março de 2020. A OMS também já alertou que o coronavírus pode se tornar endêmico – ou seja, nunca desaparecer.

Apesar da previsão de chegada de vacinas neste ano, o Brasil não tem um cronograma de imunização contra a Covid-19. Por isso, a melhor forma de se proteger da doença ainda é evitar o contágio.

Em 8 de agosto, o país ultrapassou as 100 mil mortes causadas pela doença. O registro do primeiro óbito ocorreu em 16 de março, na cidade de São Paulo: um homem de 62 anos que estava internado no Hospital Sancta Maggiore, da Rede Prevent Sênior, e apresentava comorbidades.

De acordo com dados divulgados pela Universidade Johns Hopkins no início desta tarde, o Brasil é o segundo país no mundo no total de mortes por covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos (com 362.037). Em total de casos, aparece em terceiro, após EUA e Índia (com 21.354.027 e 10.395.278, respectivamente). 

O Brasil ainda não tem qualquer vacina aprovada para uso emergencial, ao contrário de outros países que até já iniciaram a vacinação - como, por exemplo, Estados Unidos, Argentina e as nações pertencentes à União Europeia.

O Brasil teve uma rápida escalada de casos e mortes no início da pandemia, com média móvel de mortes em torno de mil por dia e recorde de óbitos em um intervalo.


Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO