Domingo, 18 de Abril de 2021

SES cobra abertura imediata de 50 novos leitos de UTI no HU/Dourados


Do total, 30 serão de UTI e 20 serão leitos clínicos; secretário afirmou, durante a live do coronavírus, que aguarda uma posição oficial do Ministério da Educação sobre a possibilidade de aproveitamento da estrutura do recém-inaugurado Hospital da Mulher e da Criança
Novos leitos de UTI e leitos clínicos deverão socorrer aos pacientes de Covid na macrorregião de Dourados.

O secretário estadual de Saúde Geraldo Resende fez um pedido, durante a live do coronavírus veiculado em rede social do governo do Estado nesta sexta-feira (19), para que o Ministério da Educação e a Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) façam a efetivação imediata de 50 novos leitos de Covid no Hospital Universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

“Estamos aguardando uma posição oficial do MEC e da Ebserh e a convocação de recursos humanos pelo HU/UFGD o mais rápido possível, para que possamos socorrer a situação de superlotação dos leitos de UTI e leitos clínicos na macrorregião de Dourados, principalmente agora em que a taxa de ocupação no Estado ultrapassa a marca dos 100 por cento”, salienta Geraldo Resende.

De acordo com conversações entabuladas essa semana pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), Prefeitura de Dourados e Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), as novas estruturas deverão ser montadas no recém-inaugurado Hospital da Mulher e da Criança, construído em anexo ao HU de Dourados.

A proposta é a instalação de 30 novos leitos de UTI e 20 novos leitos clínicos, chegando a 50 novas estruturas para pacientes de Covid-19. Segundo o secretário estadual de Saúde, o assunto foi tratado na quarta-feira (17) com o prefeito Alan Guedes, o reitor da UFGD Lino Sanábria e o superintendente do HU/UFGD, Luiz Augusto Freire Lopes, por meio de uma vídeo-conferência.

De acordo com a proposta, o Estado vai arcar com os custos dos novos leitos até que haja habilitação dos mesmos pelo Ministério da Saúde; também vai fornecer os medicamentos, insumos e EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) necessários, restando à Ebserh suprir os leitos com os recursos humanos, como médicos, enfermeiros e técnicos necessários.

O secretário Geraldo Resende explicou que já existe, na estrutura do HU/UFGD 10 leitos de UTI cedidos pelo Estado e há o compromisso de uma empresa que possui planta industrial em Dourados, de fazer a doação dos equipamentos necessários para a montagem dos novos leitos.


Fonte: Ricardo Minella (SES)