Terca-Feira, 19 de Outubro de 2021

Caixa Econômica abre concurso para 1.100 vagas com salário de R$3 mil


Concurso é exclusivo para pessoas com deficiência; no Estado estão disponíveis 15 vagas
Foto: Ilustrativa

A Caixa Econômica Federal publicou o edital do concurso público que conta com 1.100 vagas em todo o país.

As vagas são destinadas a Técnico Bancário Novo e são exclusivas para pessoas com deficiência (PcD). Ao todo são 1 000 vagas para contratação imediata e 100 para cadastro de reserva.

Para participar, o candidato deve ter ensino médio completo. O salário é de R$3 mil para jornada de 6h diárias, caracterizando 30h semanais.

As funções para os cargos incluem execução de atividades bancárias, comercialização de produtos e serviços, prestação de atendimento, realização de negócios e atividades administrativas.

 

Além do salário, o funcionário também receberá plano de saúde, plano de Previdência Complementar, auxílio Refeição/Alimentação, vale-transporte, auxílio creche, possibilidade de ascensão profissional, acesso a ações de capacitação e desenvolvimento, também terá participação nos lucros ou resultados.

Segundo o edital, 20% das vagas estão destinadas às pessoas com deficiência pretas ou pardas.  

 

Em relação ao local, o candidato pode optar por trabalhar na rede de agências no município de sua preferência, ou na área de tecnologia da informação (TI) – cargo disponível apenas no Distrito Federal.

Para provar sua deficiência, o indivíduo deverá enviar via upload, o Relatório Médico digital, emitido nos últimos 36 meses em documento PDF digitalmente assinado por certificado digital, contados da data de publicação deste edital, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência.

 

Deverá conter também a provável causa da deficiência, com a assinatura por certificação digital do médico com o número de sua inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM), no documento.

As inscrições podem ser feitas até o dia 27 de setembro de 2021, através do site oficial da Fundação Cesgranrio. A taxa é de R$30.

 

Confira o cronograma:

  • Prova de Conhecimentos Básicos;
  • Prova de Conhecimentos Específicos;
  • Prova de Redação;
  • Comprovação da veracidade de autodeclaração dos participantes pretos ou pardos;
  • Análise do Laudo Médico da condição declarada deficiência;
 

Em Mato Grosso do Sul serão 15 vagas, sendo 12 para pessoas com deficiência e 3 vagas para pessoas com deficiência declaradas pretas ou pardas.


Fonte: Correio do Estado