Quarta-Feira, 27 de Outubro de 2021

Ataque terrorista de 11 de setembro completa 20 anos


Aviões foram sequestrados e arremessados contra torres gêmeas e Pentágono; Entenda minuto a minuto
Dois aviões atingiram o World Trade Center - Foto: Julen Esteban / Folhapress

O maior atentado terrorista da história dos Estados Unidos, que resultou em cerca de 3 mil mortes, completa 20 anos neste 11 de setembro. 

Na mesma data, em 2001, terroristas ligados ao grupo Al-Qaeda sequestraram e tomaram o controle de quatro aviões de passageiros. 

Como se fossem mísseis, um dos aviões foi atirado contra o Pentágono, em Washington. Outro caiu em um campo aberto na Pensilvânia. 

Os dois últimos aviões protagonizaram as cenas mais assustadoras, ao serem lançados contra as duas torres gêmeas do World Trade Center, símbolo do mercado financeiro, em Nova York, no ataque mais letal de todos.

O mundo inteiro parou quando a primeira aeronave atingiu a torre norte, às 8h46, no horário local. 

Os canais de TV passaram a transmitir ao vivo imagens do prédio em chamas, e o desespero das pessoas que tentavam sair de lá. 

Poucos minutos depois, às 9h03, até parecia que a televisão estava exibindo um replay do impacto, mas era o segundo avião sequestrado que atingia a torre sul do World Trade Center.

Duas horas depois, as duas torres desabaram na Ilha de Manhattan, levando consigo milhares de vítimas que não conseguiram sair dos prédios. 

Ao todo, 2.996 pessoas morreram nos quatro ataques, e mais de seis mil ficaram feridas.

Anos depois, no local onde estavam as torres gêmeas, foram construídos outros dois prédios de escritórios. 

Um deles, o One World Trade Center, está entre os edifícios mais altos do mundo, com 541 metros de altura. 

O local ainda deve abrigar outros três edifícios, além de um memorial às vítimas do onze de setembro de 2001.


Fonte: Agência Brasil, Estadão Conteúdo, Glaucea Vaccari