Segunda-Feira, 10 de Maio de 2021

Rota Bioceânica: Governo do Estado segue com ações e obras estruturantes em Porto Murtinho


Foto: Divulgação

O Governo do Estado continua priorizando a implantação da Rota Bioceânica, como uma rota de desenvolvimento e integração latino-americano. Para isso, obras logísticas e articulações estratégicas estão em andamento para criar uma estrutura adequada no município de Porto Murtinho.

Nesta semana foi concluída a pavimentação de 7,19 km do trecho que interliga a BR-267 aos portos de Porto Murtinho, tirando o tráfego pesado da área central. A obra é vital para dar suporte aos empreendimentos de transporte rodoviário e hidroviário que estão se instalando na região.

Além disso, o Governo do Estado iniciou nesta semana as obras das rotatórias no acesso a cidade. Uma em frente ao Centro de Triagem Mecari, megaestrutura privada que disciplinará o fluxo de veículos aos portos, com um estacionamento para 400 caminhões; e a outra, na entrada da cidade, disciplinando o trânsito e conectando-se às duas extremidades do anel viário.

“Esta obra é um compromisso do Governo de facilitar o acesso aos portos de exportação e que ajuda muito na criação de um hub logístico no município. Faz parte de um plano para reforçar a estrutura logística de Murtinho, eixo da Rota Bioceânica que abrirá caminho para os produtos brasileiros ao Pacífico com destino ao mercado asiático”, afirma o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro (secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

O secretário explica ainda que também tem feito reuniões periódicas com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), para viabilizar a criação de um centro de controle alfandegado em Porto Murtinho, que será responsável pelo desembaraço dos produtos que vão passar pela ponte rumo aos portos do Chile.

Enquanto isso, também está sendo feito o Estudos e Projetos Básico e Executivo de Engenharia do Contorno Rodoviário Norte em Porto Murtinho/MS, com o acesso à Ponte Internacional, Brasil/Paraguai e respectivas instalações aduaneiras para o Centro Integrado de Controle de Fronteira, na rodovia BR-267/MS”. O contorno terá 13,10 quilômetros de extensão, localizado entre o km 678,10 e o km 691,20 da BR-267. A contratação de empresa responsável foi feita pelo Dnit em novembro.


Fonte: Fonte: Semagro