Sábado, 12 de Junho de 2021

Mulher de 53 anos está entre os presos de operação contra abuso infantil


(Henrique Arakaki, Midiamax)

Uma mulher de 53 anos está entre os presos da operação contra o abuso infantil deflagrada nesta manhã de terça-feira (18) pelo MPMS (Ministério Público Estadual), em conjunto com a Polícia Civil e a Polícia Militar. Cerca de 30 mandados são cumpridos na Capital.

A mulher foi presa no Jardim Santa Emília. Outro preso foi encontrado no Jardim Noroeste. Cerca de 11 pessoas já foram presas e levadas para as delegacias de Campo Grande. Aproximadamente 27 mandados são cumpridos. Os alvos foram encontrados nos bairros Cangurú, Centenário, Aero Rancho, São Conrado, Santa Emília, Noroeste, Tarumã, Inapolis e Zé Pereira

Segundo o promotor Marcos Alex, os presos da operação são pessoas já condenadas pelos crimes de estupro e o objetivo e fazer com que comecem a cumprir as penas já impostas a eles. “São condenados por sentença definitiva”, disse o promotor. Uma coletiva sobre a operação deve ser feita ainda na manhã desta terça (18).

A operação “Araceli” é uma força-tarefa entre o MPMS, a Polícia Civil e a Polícia Militar. O objetivo é dar cumprimento a 27 mandados de prisão e de busca e apreensão, expedidos pela 7ª Vara Criminal de Campo Grande, em desfavor de condenados por crimes praticados contra crianças e adolescentes, a maioria por abuso e exploração sexual.

A data

A data determinada oficialmente pela Lei 9.970/2000, em memória à menina Araceli Crespo, de 08 anos de idade, que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973. Portanto, o Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes incentiva que em todo o Brasil sejam realizadas ações que visem alertar toda a sociedade sobre a necessidade da prevenção à violência sexual.


Fonte: Midiamax