Sábado, 12 de Junho de 2021

Taxa de letalidade atinge recorde de 2,4% em Mato Grosso do Sul


Nas últimas 24 horas, 56 mortes foram confirmados por Covid-19 no Estado
Autoridades em saúde alertam para que cuidados com higiene permaneçam rigorosos - Divulgação

Em recorde, taxa de letalidade chega a 2,4% nesta sexta-feira (28) em Mato Grosso do Sul.

A  média móvel de mortes está em 43,1, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

O Estado contabiliza 6.683 óbitos desde o início da pandemia, sendo 56 mortes nas últimas 24 horas.

"Isso demonstra pessoas que estão procurando tardiamente o serviço de saúde. Muitas vezes estão fazendo um tratamento alternativo que nenhum efeito traz e o quadro se agrava muito ao ficarem em casa. Temos casos extremamente graves chegando em unidades hospitalares", disse o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

As cidades que apresentaram mortes nas últimas 24 horas são Campo Grande, Ponta Porã, Amambaí, Aquidauana, Bonito, Chapadão do Sul e Corumbá.

Fátima do Sul, Três Lagoas, Anastácio, Antônio João, Bataguassu, Bodoquena, Brasilândia, Caarapó, Costa Rica, Coxim, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, Sidrolândia e Vicentina também entram na lista.

São 857 casos confirmados de ontem (27) para hoje (28). Com isso, o Estado totaliza 284.159 confirmações.

Campo Grande registra 277 novos casos nas últimas 24 horas; Dourados 112; Corumbá 52; Três Lagoas 40 São Gabriel do Oeste 37; Bataguassu 35; Ivinhema 27; Ponta Porã 26; Maracaju 24; Naviraí 23; entre outros municípios.

São 1.263 pessoas internadas, sendo 760 em leitos clínicos (564 público; 196 privado) e 503 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (375 público; 128 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 100%, Dourados em 95%, Três Lagoas 97% e Corumbá 100%.

Em fila de espera, 244 enfermos aguardam por um leito hoje em Mato Grosso do Sul.

Na Central de Regulação da Capital, 153 doentes esperam por uma vaga, sendo 134 apenas de Campo Grande.

Já na Central de Regulação de Dourados, 63 pessoas estão no aguardo de um leito em hospitais e, na Central de Regulação do Estado (CORE), esperam 28 pacientes.

Sintomas do novo coronavírus

É possível que o cidadão esteja infectado pelo vírus da Covid-19, caso apresente os seguintes sintomas:

  • Febre;
  • Tosse seca;
  • Perda do olfato;
  • Perda do paladar
  • Falta de ar;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor ou pressão do peito.


Fonte: Correio do Estado