Sábado, 12 de Junho de 2021

Assomasul defende restrições duras durante o feriadão em MS


Possibilidade de "explosão" de casos devido ao feriadão de Corpus Christi preocupa prefeitos
Foto: Ilustrativa

A Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul (Assomasul), recomendou a todos os 79 municípios do estado a adoção de medidas mais restritivas para conter a pandemia de covid-19, no momento em que o estado atinge recordes de casos confirmados e de pacientes internados na rede pública.

A recomendação da entidade, presidida pelo prefeito de Nioaque, Valdir Couto (PSDB), visa conter o aumento da doença principalmente durante o feriado de Corpus Christi, celebrado na próxima quinta-feira (3).

 “Enviamos recomendações aos municípios para que aumentem as restrições imediatamente, visado o feriado previsto para a próxima semana. Estamos na terceira onda, reflexo do dia das mães, as cidades não possuem mais leitos para atender as pessoas. Não queremos o fechamento total das cidades mas sim medidas que evitem um colapso”, informou o presidente.

Uma reunião virtual com todos os prefeitos de Mato Grosso do Sul para tratar sobre medidas restritivas está prevista para acontecer na próxima segunda-feira (31). A expectativa da entidade é de que pelo menos 50% dos municípios adotem regras mais rígidas para evitar o aumento de casos.

Além da reunião com a Assomasul, prefeitos das cidades de Jardim, Guia Lopes da Laguna, Bonito, Caracol, Bela Vista, Porto Murtinho e Bodoquena, que recebem grandes quantidades de turistas durante os feriados, realizarão um encontro virtual ainda neste sábado para tratar sobre a adoção de medidas restritivas.

“Estamos preocupados com o aumento de casos de covid e principalmente com o número de mortes. Nós prefeitos não podemos ficar inertes diante da situação. Mas só teremos resultados se agirmos juntos. Nossa preocupação é o Corpus Christi e com o final de semana”, ressaltou Clediane Matzenbacher, prefeita de Jardim.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado ontem (28), em Mato Grosso do Sul 284.159 pessoas já foram contaminadas com a covid-19. A média móvel da última semana, foi de 43 óbitos diários, a maior desde 29 de abril. No total 6.683 pessoas morreram em decorrência da doença.


Fonte: Campo Grande News