Terca-Feira, 28 de Setembro de 2021

Estiagem gera perdas de 30% no milho e deve aumentar preço dos alimentos


A estiagem chega a 40 dias em algumas regiões produtoras de Mato Grosso do Sul
Foto: Ilustrativa

Algumas regiões de Mato Grosso do Sul enfrentam 40 dias sem chuvas. A estiagem já impacta em perdas de 30% na safra de milho 2020/2021. Com um resultado menor no milho safrinha, outras produções, como suinocultura e avicultura, devem sofrer com altos custos e, consequentemente, alimentos chegarão mais caros ao consumidor.

O desenvolvimento da cultura já apresenta resultados preocupantes, como o aparecimento de espigas sem grãos (não granadas). De acordo com o titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, o alerta de crise hídrica aponta para um período ainda mais seco.

“Com a falta de chuvas, já temos consolidada uma perda de 30% na safra de milho que está prevista para este ano. Essa é uma consequência imediata da crise hídrica”, explica Verruck.


Fonte: Redação