Segunda-Feira, 17 de Janeiro de 2022

Rodrigo Sacuno visita creche Irmã Evanete e pleiteia recursos para atender necessidades da instituição


Rodrigo Sacuno vêm se destacando em sua atuação no campo da educação
Divulgação

O Centro de Educação Infantil Irmã Evante dos Santos, localizada no bairro Jardim Progresso, foi inaugurado no ano de 1999, desde então a demanda de atendimento da creche aumentou muito, tornando a estrutura, principalmente da cozinha da creche, insuficiente para o pleno acolhimento dos alunos.

O vereador Rodrigo Sacuno visitou a instituição a fim de conhecer as demandas e necessidades, tanto do prédio, quanto dos profissionais que ali atuam. A professora Carla Cristiane, diretora do centro de educação infantil, falou ao Portal do Conesul, destacando as necessidades apresentadas pela estrutura da cozinha da creche, que hoje é pequena e não consegue proporcionar a funcionalidade necessária para o serviço prestado às crianças que ali estudam.

Segundo a diretora, o projeto para a construção da cozinha já existe, sendo necessária agora a captação de recursos para financiar o empreendimento. Nesse sentido, o vereador Rodrigo Sacuno se mostrou disposto a interpelar junto ao poder executivo e às autoridades estaduais para tornar possível a edificação de uma cozinha adequada, que atenda todas as necessidades de segurança e funcionalidade no atendimento às crianças.

A professora Carla Cristiane ressaltou a importância da Creche Irmã Evanete na educação infantil, citando as extensões que são atendidas pela mesma instituição, como o Paraíso Infantil, localizado na rua Higino Gomes Duarte, que atende cerca de 230 crianças, além das extensões situadas na zona rural, como Novo Rumo, Juncal e Porto Caiuá.

O vereador Rodrigo Sacuno se colocou à disposição em capitanear recursos junto aos deputados estaduais para a construção da cozinha e disse que espera ter a solicitação atendida, visto a relevância do pedido para a melhoria do suporte prestados a famílias que dependem dessa instituição que acolhe crianças desde o maternal até os três anos de idade. Finalizou Rodrigo Sacuno. 


Fonte: Portal do Conesul